Família na BA diz que fez velório de idoso com caixão aberto

Após não ser informada que morte foi por Covid-19, família faz velório com caixão aberto. Eles afirmaram que primeiro laudo apontava pneumonia como causa da morte da vítima, que tinha 80 anos, e que só recebeu diagnóstico de Covid um dia após velório.

Uma família da cidade de Valença, que fica no baixo sul da Bahia, disse que fez o velório de um idoso de 80 anos, com o caixão aberto, após não ser informada pelo hospital e prefeitura da cidade que ele morreu por causa da Covid-19.

Segundo informações da sobrinha do idoso, Larissa Almeida, Valdomiro José de Almeida foi internado no dia 30 de junho na Santa Casa de Misericórdia de Valença. O primeiro teste para Covid-19 deu negativo. De acordo com Larissa Almeida, o idoso, que estava acompanhado pela a esposa, morreu na noite do sábado (4). No atestado de óbito consta que Valdomiro morreu às 19h10, vítima de pneumonia.

Sr. Valdomiro – Foto: arquivo pessoal

O sepultamento ocorreu no domingo (5), após um velório que durou cerca de 40 minutos, com caixão aberto, no Cemitério Municipal de Valença. Seis familiares, funcionários da funerária e o coveiro tiveram contato com o corpo do idoso. A sobrinha do idoso informou que só descobriu que Valdomiro tinha testado positivo para Covid-19 após olhar o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, nas redes sociais, na noite do domingo (5).